Notícias

Comunidade Mangueira, forma parceria para alavancar a produção de café

Café Kuinam

Na comunidade Mangueira, Terra Indígena Mangueira, região Tabaio, município de Alto Alegre, há vários projetos em desenvolvimento e outros ainda sendo construído. Mas, o carro chefe nesse momento é o café orgânico Kuinam, que na língua Macuxi, significa Saúva (formiga). Com intuito de alavancar a produtividade a comunidade realizou no dia 28 de fevereiro, uma reunião para unir força e traçar um planejamento

Comunidade Mangueira

A produção do café já existe na comunidade há 38 anos, e tem 7 mil pés, mas no momento está uma com baixa produção. Por esse motivo, a comunidade está buscando parceria entre o Conselho Indígena de Roraima (CIR) e Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SEAPA).

 A comunidade ver na produção do café um meio de melhorar a qualidade de vida da região. O manejo é realizado em conjunto com as lideranças, mulheres, homens e jovens.

O coordenador geral Enock Taurepang e a gestora ambiental, Jéssica Maria, ambos do CIR, estiveram participando da reunião na comunidade e explicaram como devem caminhar para que a produção cresça. “Vim aqui para reafirmar o compromisso de ajudar a reativar o cafezal”, disse Enock.

O coordenador geral do CIR, Enock Taurepang

“Estamos nos organizando para dar continuidade dos nossos projetos e reativar o nosso plantio de café e garantir o futuro dos nossos filhos. Para que daqui uns 10 ou 15 anos eles possam estar a frente do trabalho realizando esse sonho”, destacou Tuxaua Salin Ribeiro da Silva, Macuxi.

O Engenheiro Agrônomo da SEAPA, Eliander Trajano foi convidado para ajustar a técnica no processo de fortalecimento da cadeia produtiva do café. “O café é uma cultura que aqui na comunidade Mangueira está consolidada, precisa ajustar tecnicamente alguns fatores, como o manejo do solo e manejo da cultura, para que possamos melhorar a produtividade dessa cadeia produtiva forte”, enfatizou.

Após o aperfeiçoamento da produção, os produtores da comunidade Mangueira pretendem comercializar. E para garantir a qualidade e a excelência do produto, por ser um produto totalmente orgânico, já pensam em obter o selo e com isso criar a identidade visual.

Cafezal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »