Projeto Bem Viver 

O projeto Promovendo o Bem Viver dos Povos Indígenas em Roraima é um consórcio criado para melhorar a gestão territorial e ambiental em terras indígenas em Roraima e desenvolvido pelo Conselho Indígena de Roraima (CIR), Instituto Internacional de Educação do Brasil (IEB) e Natureza e Cultura Internacional (NCI). 

A união destes parceiros foca no desenvolvimento e implementação de Planos de Gestão Territorial e Ambiental (PGTAs), documentos que incentivam o protagonismo e autonomia dos povos indígenas e são baseados em acordos comunitários para o uso sustentável dos recursos naturais dos territórios e o bem viver coletivo.

A principal área de atuação do Bem Viver é a Terra Indígena Raposa Serra do Sol, onde habitam os povos Macuxi, Wapichana, Taurepang, Ingarikó e Patamona. O programa também atua junto ao povo Wai Wai, nas aldeias Xaary e Anauá, na região sul de Roraima. O projeto é financiado pela Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID).