CENTRO WILLIMON DOA SEMENTES PARA FORTALECER AGRICULTURA EM COMUNIDADES INDÍGENAS

O Centro Willimon, região Serras, Terra Indígena Raposa Serra do Sol (TIRSS), doou ao Conselho Indígena de Roraima (CIR) sementes de variados tipos de feijão. O objetivo é que as sementes sejam distribuídas em outras comunidades para fortalecer a agricultura tradicional entre os povos indígenas de Roraima.

A doação de nove tipos de sementes de feijão ocorreu durante uma visita do coordenador do CIR, Enock Taurepang ao Centro Willimon. As comunidades compartilharam nove tipos de feijão crioulo: feijão goma, manteguinha, jaulão, Gurugutuba, caupi, quarenta dias, sangue de boi, reybym e corujinha.

Variedades de feijão crioulo / FOTO: Jéssica Maria / Departamento Ambiental do CIR.

De acordo com Kelliane Wapichana, gestora territorial indígena do Departamento Ambiental do CIR, as sementes serão distribuídas entre diferentes regiões. Ela ressaltou a importância de ações desse tipo para fortalecer a agricultura e a autonomia das comunidades.

“Iniciativas como essas são importantes para fortalecimento da produção tradicional e valorização das sementes crioulas, sendo essenciais para manter essas variedades vivas e estimular uma rede de trocas e a implementação de um banco de sementes nas comunidades”.

Com a produção orgânica de alimentos, o Centro Willimon tem ampliado suas áreas de plantio e investido na agricultura familiar, visando autonomia e sustentabilidade. Em agosto, a coordenação do CIR visitou a região para conhecer as roças e em setembro as visitas continuam nas demais regiões.

Translate »