Дървен материал от www.emsien3.com

The best bookmaker bet365

The best bookmaker bet365

II Reunião Ampliada do CIR inicia com presença de lideranças indígenas regionais

Francinete Fernandes Garcia, 36 anos, Macuxi, da comunidade indígena Novo Paraíso, região do Surumu é a primeira mulher coordenadora regional Francinete Fernandes Garcia, 36 anos, Macuxi, da comunidade indígena Novo Paraíso, região do Surumu é a primeira mulher coordenadora regional

Com uma recepção diferente, onde os coordenadores regionais, tuxauas, professores, agente indígena de saúde, estudantes e os demais participantes celebraram a conquista da primeira mulher indígena eleita como coordenadora regional, iniciou na manhã de ontem, 2 de dezembro, a II Reunião Ampliada do Conselho Indígena de Roraima(CIR), na sede da organização em Boa Vista. A reunião segue até sexta-feira, 5.  

Participam da reunião lideranças indígenas oriundos das regiões Amajari, Baixo Cotingo, Murupu, Raposa, Serras, Serra da Lua, Surumu, São Marcos e Taiano.

A Reunião Ampliada, que acontece semestralmente, atende aos objetivos de apresentar as atividades realizadas durante o ano, avaliar e construir o planejamento para 2015 tanto do CIR quanto das regiões.  

No início, a celebração da conquista da primeira mulher eleita para assumir uma das coordenações regionais, base do CIR. Francinete Fernandes Garcia, 36 anos, Macuxi, da comunidade indígena Novo Paraíso, região do Surumu, assumiu a coordenação regional do Surumu no último dia 28, após eleita na Assembleia Regional. 

Em seguida, houve a apresentação dos informes regionais feito pelos coordenadores e representantes de cada região. Foram diversos informes, na área de agricultura, saúde, educação, projetos e demais atividades no âmbito regional. A coordenação geral do CIR e o Departamento Ambiental e Territorial também apresentaram os seus informes. 

À tarde, o Centro Indígena de Formação e Cultura Raposa Serra do Sol (CIFCRSS), o Conselho Indígena de Roraima (CIR) e a Diocese de Roraima participaram da mesa sobre Estratégia de Fortalecimento do Centro Indígena. Foram apresentadas as dificuldades enfrentadas no âmbito do funcionamento do Centro, estrutura, gestão, técnica, mas também os resultados positivos com a realização de atividades, execução de projetos e os planejamentos.     

O Reitor do Instituto Federal de Roraima (IFERR), Ademar de Araújo Filho, participou da reunião no período da tarde, onde apresentou às lideranças indígenas a proposta de implantação de uma unidade do campus do Instituto Federal na Terra Indígena Raposa Serra do Sol. 

Atentos à proposta, as lideranças indígenas apresentaram algumas preocupações tais como, o ensino diferenciado, o corpo docente da instituição, sobretudo, a gestão do Instituto e deixando claro que, apesar da proposta representar um avanço no ensino de formação técnica e profissional dos indígenas, o assunto ainda precisa passar por um debate mais amplo, transparente e esclarecedor. O Coordenador Geral do CIR, Mario Nicacio, propôs a realização de um seminário que trate especificamente o assunto. Abel Lucena, coordenador da região das Serras, comunidade indígena Maturuca propôs a criação de uma comissão para acompanhar o processo de discussão no âmbito federal. 

O Reitor, buscando esclarecer os questionamentos e atender as propostas das lideranças indígenas deixou encaminhado que fará a articulação junto ao Ministério da Educação e a unidade central do Instituto Federal, em Brasília, para a realização de um seminário que venha contribuir no esclarecimento da proposta.  

Na ocasião houve também a presença do Bispo da Diocese de Roraima, Dom Roque Paloshi, prestando apoio ao fortalecimento e organização social, política dos povos indígenas de Roraima. 

Para os próximos três dias, as lideranças indígenas continuam o debate apreciando os temas sobre a saúde indígena, resultado do fortalecimento das coordenações regionais e prestação de contas do CIR. 

Na mesma ocasião da Reunião Ampliada, as lideranças vão apresentar e aprovar os nomes dos pré-candidatos à concorrer a coordenação geral do Conselho Indígena de Roraima para o período de 2015 a 2016 e construção da proposta de programação da 44ª Assembleia Geral dos Povos Indígenas de Roraima, que será realizado no período de 10 a 15 de março de 2015, no Centro Regional Lago Caracaranã, na região da Raposa, Terra Indígena Raposa Serra do Sol.      

Ao final, as lideranças indígenas propõem estratégias e propostas para o fortalecimento da politica indígena das regiões, bases do CIR. 

 

 

 

voltar ao topo