Дървен материал от www.emsien3.com

The best bookmaker bet365

The best bookmaker bet365

Mulheres indígenas em busca de instrumentos internacionais na defesa dos direitos indígenas

Mulheres indígenas em busca de instrumentos internacionais na defesa dos direitos indígenas

Em busca de instrumentos internacionais que venham contribuir com o aprimoramento dos mecanismos na defesa dos direitos humanos, mulheres e jovens indígenas da América Latina participam nos próximos dias, 22 a 24, da Capacitação Internacional de Mulheres e Jovens indígenas, em Lima, Peru.

O evento tem a presença da Secretária do Movimento de Mulheres Indígenas, do Conselho Indígena de Roraima (CIR), Telma Marques Taurepang, que atua há mais de três anos na Secretaria, com a política voltada à articulação e o envolvimento das mulheres na política de defesa dos direitos indígenas. A atividade conta também com a representante da União das Mulheres Indígenas da Amazônia Brasileira (UMIAB). 

Diante da ameaça e violação dos direitos humanos, em foco, os direitos indígenas, a atividade busca proporcionar informações às mulheres, jovens e idosos sobre os instrumentos e processos dos direitos humanos, bem como dos povos indígenas, além, da capacitação das mulheres quanto aos mecanismos de defesa internacional. Uma atividade com peso significativo, uma vez, que o sistema brasileiro de defesa dos direitos humanos tem sido falho e não tem cumprido com suas obrigações conforme estabelecido pela Constituição Federal. 

A Secretária, Telma Marques Taurepang destacou que “a participação no evento vem para somar a luta dos povos indígenas de Roraima e do Brasil na defesa dos direitos indígenas, direitos humanos, principalmente, diante do cenário de ameaça e violações, tendo como base, mais informações, conhecimentos e experiência”. Destacou ainda que “a discussão não é voltada somente às mulheres indígenas, mas para os povos em geral, porém, a participação nesse processo é importante e uma conquista do movimento das mulheres indígenas de Roraima”.

A atividade é uma realização da Enlance Continental de Mujeres Indígenas de las Américas (ECMIA) e Centro de Culturas Indígenas del Perú. 

 

 

 

 

 

  

     

 

voltar ao topo