Дървен материал от www.emsien3.com

The best bookmaker bet365

The best bookmaker bet365

Juventude indígena de Amajarí debate o tema “Preservação da Cultura, Meio Ambiente e Fortalecimento da Nossa Autonomia”

Juventude indígena de Amajarí debate  o tema “Preservação da Cultura, Meio Ambiente e Fortalecimento da Nossa Autonomia”

Após a tradicional Assembleia Geral dos Povos Indígenas de Roraima, 11 a 14 de março, evento destinado aos tuxauas, com a participação de outras lideranças indígenas e convidados, agora, a juventude indígena segue também com atividades e discussões, realizando os encontros regionais. 

Para os próximos dias 4, 5 e 6 de abril será realizado o II Encontro Regional dos Jovens Indígenas de Amajarí, com o tema “Preservação da Cultura, Meio Ambiente e Fortalecimento da Nossa Autonomia”, na comunidade indígena Araçá, região do Amajarí. Conforme a informação da Coordenação do evento, jovens indígenas da regiões do Surumu, Baixo Cotingo, Taiano e Serra da Lua, se mobilizam para participarem do Encontro. 

Com a previsão da participação de 300 jovens indígenas de 18 comunidades da região do Amajarí, o evento vem debater diversos temas como, meio ambiente, cultura, autonomia, fortalecimento da juventude, política partidária e outros, de acordo com a programação planejada para os três dias de vento. 

Para o primeiro dia (04/04), haverá a mesa redonda com o tema, “Preservação da Cultura e Meio Ambiente”, tendo como os palestrantes a coordenadora do Departamento Ambiental e Territorial do Conselho Indígena de Roraima (CIR), Sinéia Bezerra do Vale. À tarde, o debate vem com a temática sobre Jovens Indígenas: Fortalecimento da Autonomia e Política Partidária. Para o debate foram convidados o Coordenador Geral do CIR, Mário Nicacio e Renato Tupinikim da Articulação dos Povos e Organizações Indígenas do Nordeste, Minas Gerais e Espírito Santo (APOINME). 

No segundo dia (05/04/), a discussão será voltada para o tema sobre Jovens Indígenas no Contexto Acadêmico: Pesquisa e Extensão em Territórios Indígenas. As palestrantes do tema serão a egressa do Curso de Licenciatura Intercultural do Instituto Insikiran e Mestre, formada pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Pierlangela Nascimento da Cunha e a estudante do Curso de Gestão Territorial Indígena do Instituto Insikiran, Jucilene Carneiro.

De acordo com a programação, os Grupos de Trabalhos (GTs) se reunirão as tardes e a apresentação em plenária no último dia (05/04) do evento.

A animação das noites culturais ficará por conta do Grupo Cruviana, cantando as belezas da mãe natureza, composições de artistas indígenas, regionais e composições independentes.  O Grupo é um projeto, executado pelo Instituo Insikiran de Formação Superior Indígena, por meio dos estudantes indígenas do Curso de Gestão Territorial Indígena e alguns integrantes de cursos de graduação da Universidade Federal de Roraima, que buscam valorizar as músicas e instrumentos tradicionais. 

No último dia (06/04), pela manhã, haverá competições esportivas, como futebol, vôlei, corrida de tora, cabo de guerra e caça ao tesoureiro. Uma maneira de confraternização entre os jovens indígenas.     

A Coordenadora do evento, Monaliza Ribeiro, da região do Amajarí destaca a expectativa quanto à participação da juventude indígena não só da região do Amajarí, mas de outras que estão se mobilizando para também participarem do Encontro. “a nossa expectativa é que possamos inserir a juventude no contexto político do movimento indígena a partir dos temas que serão debatidos no evento”, destacou Monaliza. 

Monaliza destacou também que, “o encontro vem para discutir a visão do jovem indígena, o que pensa sobre as questões que envolvem as políticas públicas, de acordo com a realidade de cada região, comunidade e dar continuidade a luta das nossas lideranças, pois o nosso lema, hoje, a luta continua”. 

Para o evento está confirmada a presença do representante Uriçari Junior Brasil, representante da juventude indígena do estado do Acre e do líder indígena do povo Yanomami, Presidente da Hutukara Associação Yanomami (HAY) Davi Kopenawa Yanomami. 

O II Encontro é uma realização da Coordenação Regional dos Jovens Indígenas de Amajarí, com a parceira do Ministério da Educação e Articulação dos Povos Indígenas da Região Sul (ARPINSUL), e apoio de instituições locais, Fundação Nacional do Índio (Funai/RR), Instituto Nacional e Patrimônio Histórico(INPHAN/RR), Instituto Insikiran da Universidade Federal de Roraima(UFRR), Secretaria Municipal de Cultura do Amajarí, das organizações indígenas, escolas indígenas, dos tuxauas da região do Amajarí e outros apoiadores.   

O Conselho Indígena de Roraima (CIR) vem acompanhado as atividades da juventude indígena de Roraima, desde o final de semana, onde foram realizados dois encontros. Um na Terra Indígena Serra da Moça, região do Murupú, comunidade indígena Truaru da Cabeceira, 29 e o outro na Terra Indígena Manoá- Pium, região da Serra da Lua, comunidade indígena Alta Arraia, 30. 

São iniciativas da juventude indígena que buscam discutir questões que venham contribuir não só com o movimento jovem, mas principalmente com as lideranças indígenas, no sentido de assumiram o compromisso e dêem continuidade da luta em defesa da terra, autonomia, sustentabilidade, fortalecimento do movimento indígena e outras causas que envolvem a participação coletiva dos povos indígenas a nível, local, regional e nacional. Os encontros regionais são preparatórias para o  III Encontro Estadual da Juventude Indígena de Roraima, previsto para ocorrer no mês de agosto.

 

 

 

voltar ao topo