Nota de Repúdio,  Notícias

NOTA DE REPÚDIO

O Conselho Indígena de Roraima – CIR, organização indígena que há 49 anos atua em defesa dos direitos indígenas, em nome das 241 comunidades e mais de 50 mil indígenas no estado de Roraima, vem manifestar REPÚDIO contra a fala do presidente da república que ao fazer uma transmissão ao vivo (“live”) ontem, 23, em suas redes sociais falou: “o índio mudou, tá evoluindo cada vez mais, índio é um ser humano como nós. Então … fazer com que o índio cada vez mais se integre à sociedade e seja realmente o dono da sua terra indígena” (sic).

Mediante esta afirmação o presidente da república torna mais uma vez público seu ódio e preconceito contra os povos originários do Brasil. Além de manifestar uma visão preconceituosa, etnocêntrica e racista, provando sua incompetência de gerir um país pluriétnico e multicultural, por causa desse discurso que milhares de povos indígenas foram violentamente atacados e covardemente exterminados em nome da “integralização”.

 O presidente deixa claro seu total desconhecimento da vivência dos povos indígenas, pois, em suas palavras torna novamente visível o  pensamento que o indígena precisa se “integrar a sociedade” e “evoluir”. Que sociedade é essa que o presidente fala? o que mata e derrama sangue indígena? Que destrói as florestas, polui os rios e extingue a língua originária?.  Sendo assim o presidente nega os princípios básicos estabelecidos na Constituição Federal de 1988, que reconhece a organização social, costumes, línguas, crenças e tradições dos povos indígenas –   direito à diferença, além dos direitos previstos nos documentos internacionais que obriga o Estado Brasileiro a respeitar e promover os direitos dos povos indígenas. Tanto o racismo, como xenofobia é crime. De acordo com a Lei 9.459, de 13 de maio de 1997.

Portanto, repudiamos a declaração veiculada amplamente nas redes sociais e na imprensa de forma a difamar e alimentar o ódio, discriminação e preconceito contra os povos indígenas no país. Por fim, apoiamos a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB)que anunciou que vai à Justiça contra o presidente por crime de racismo.

Boa Vista-RR, 24 de janeiro de 2020.

Um comentário

  • Vanda de Copacabana VilasBoas

    Sou Vanda de Copacabana VilasBoas, presidente e fundadora da associação CHIK-BELA e Sistema Cacicado António Eudes Leite.

    Em nome da associação CHIK-BELA e do Sistema Cacicado António Eudes Leite,nosso repúdio a fala do presidente Bolsonaro que distrata aos povos originários e não respeita os direitos dos povos indígenas do Brasil.

    Nosso total apoio aos nossos irmãos indígenas de Roraima e de todo o Brasil.

    Vila Bela da Santíssima Trindade MT 25/01/2020

    Associação Étnica Cultural Chiquitana de Vila Bela MT
    CHIK-BELA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »