Destaque

Ascom do CIR entrevista o primeiro coordenador da organização, Terêncio Macuxi

Terêncio Macuxi

Em 2021, o Conselho Indígena de Roraima (CIR) completa 50 anos desde o inicio da primeira assembleia dos tuxauas que ocorreu na comunidade Barro, Terra indígena Raposa Serra do Sol, e para isso a Assessoria de Comunicação da organização realizou entre os dias 10 e 14 de dezembro, uma viagem à região Surumú, onde entrevistou o senhor Terêncio Macuxi. Ele reside atualmente na comunidade Ubarú, localizada ao extremo norte do Estado. A equipe de jornalismo formada pelas Wapichanas Ariene Susui e Márcia Fernandes, contou  também como o apoio de Nailson Almeida, também da área da comunicação, além do guia o ex-tuxaua da comunidade São Miguel, Rocildo Macuxi.

Equipe de comunicação e o Líder Terêncio junto com sua esposa

Terêncio Macuxi é o terceiro a ser entrevistado pela equipe de jornalismo do CIR para o documentário dos 50 anos da organização. A longa viagem de 10 horas subindo e descendo serras a pé e a cavalo até a comunidade Ubarú se tornou desafiadora e ao mesmo uma aventura à equipe, tanto na ida quanto no retorno. Já que é uma região de difícil acesso. Tudo para entrevistar aquele que foi o primeiro líder indígena a coordenar o CIR na década de 1980. O trajeto iniciou na tarde do dia 10 de dezembro com a saída de Boa Vista e chegada por volta das 17h à comunidade São Miguel, região Surumu, fronteira com a Venezuela.

Terêncio mostra fotografias da época de coordenador

O líder indígena Macuxi, Terêncio Luiz da Silva, 73 anos, foi coordenador do CIR entre os anos de 1987 a 1990. Na entrevista, a grande liderança contou toda a longa trajetória de luta em defesa dos direitos indígenas no Brasil, já que foi um dos grandes líderes que teve participação direta na Constituinte de 1988.

Terêncio Macuxi, como é mais conhecido, se emociona ao relembrar as grandes lutas que teve para garantir os direitos indígenas na Constituição Brasileira ao lado de outras lideranças de Roraima e do Brasil.

EUCLIDES MACUXI

A equipe de jornalismo do CIR também  entrevistou o líder indígena  Euclides da Cunha Macuxi, atualmente mora na comunidade São Miguel, região Surumú, coordenou o Conselho Indígena de Roraima nos anos de 1993 a 1994. Cunha contou um pouco da trajetória no movimento indígena antes, durante e depois de atuar a frente do CIR. Euclides agora trabalha como professor na atual localidade onde reside. Ele foi o quarto na lista dos coordenadores entrevistados, ainda restam outros seis.

Euclides Cunha

Lideranças indígenas já entrevistadas

O primeiro destino para gravação do documentário dos 50 anos do CIR foi a comunidade Malacacheta, Região Serra da Lua, para entrevistar o Líder Clóvis Ambrósio- coordenador do CIR de 1990 à 1992.

Clóvis Ambrósio

Outro entrevistado foi  o líder Jerônimo Pereira coordenador do CIR de 1997 à 2000. Ele atualmente reside na comunidade Boqueirão, região Tabaio.

Líder Jerônimo Pereira

2 Comentários

  • Nazário Silva Angelo

    Esta equipe de reportagem é ótima, estão valorizando aqueles que um dia tiveram a visão do futuro a qual hoje é presente para eles os ex coordenadores,registrando todas as conquistas que eles lutaram pelos nossos direitos!
    Parabéns os nossos guerreiros, que semearam , bravura , dedicacaocoragem, e amor pelo seu povo indígenas.
    Obrigado a equipe de reportagem, vocês farão conhecido a história de bons guerreiros a novas gerações que não sabem dá valor o território que tem!

    Tô emocionado com o documentário que está sendo preparado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »