Notícias

Comunidades indígenas de RR se reúnem em assembleias regionais e dizem não à mineração, garimpo e arrendamentos de terras indígenas

Abertura da 39ª assembleia da região Serras

O mês de Novembro foi marcado por inúmeras assembleias regionais, lideranças, homens, mulheres e crianças se reuniram no intuito de marcar mais um momento político e de atuação do movimento indígena no Estado.

Assembleia Região Baixo Cotingo

Ao todo, 09 regiões e 242 comunidades fazem parte do Conselho indígena de Roraima (CIR), dentre estas as regiões; Serra da Lua, Serras, Baixo Cotingo, Raposa, Surumu , além de São Marcos pertencente à Organização dos Povos indígenas da região São Marcos (APITSM) estiveram reunidos em assembleias regionais .

Assembleia da região Serra da Lua

Assembleia Regional 

As assembleias regionais ocorrem anualmente podendo ser mais de uma por ano, mas sempre antecedendo a assembleia geral dos povos indígenas, uma organização social das regiões, espaço de deliberação de propostas voltado a educação, saúde, território e cultura.

Assembleia da região Raposa

Durante os debates foram claras as declarações contra a mineração, garimpo, hidrelétricas e arrendamentos de terras em territórios indígenas.

Assembleia da região São Marcos

O momento é reflexivo e também de muita preocupação, em meio a constantes ataques do presidente contra a população indígena, torna-se necessário as manifestações das lideranças.  

Assembleia da região Serras

Os jovens estiveram em grande número nas assembleias, nas danças, nas discussões e nas pinturas a juventude resiste, apesar da conjuntura política que não é favorável aos indígenas. O movimento têm se estabelecido fortemente em defesa dos territórios que sempre foram a base de resistência dos povos indígenas.

Assembleia da Região Surumu

Nas reivindicações as regiões marcaram seus posicionamentos, prontificando-se mesmo e um cenário difícil a lutar pelo bem viver de seus povos, na defesa dos direitos e da mãe terra.

Fotos: Márcia Fernandes, Taís Barbosa, Ariene Susui e Ineide Messias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »